Como engajar a equipe de trabalho à distância? 5 estratégias motivacionais para o home office (covid-19)

Video conferencia durante a pandemia, engajamento de equipe na modalidade home office.

 

Não é novidade que a pandemia Covid-19 pegou a todos de surpresa, trazendo consigo uma tendência inevitável para o futuro organizacional como o trabalho remoto, e com ele o desafio de: como manter as equipes motivadas em home office?

Contamos atualmente com inúmeras pesquisas apontando para o aumento da produtividade dos colaboradores com a aderência às atividades home office. Com essa novidade, emergem também alguns obstáculos e focos de atenção que devem ser priorizados nesse momento crítico vivido por toda a humanidade.

 

Confira as dúvidas que você poderá responder aqui!

 


Nesse post você irá ver conteúdos sobre os assuntos à seguir:

  • Os principais desafios identificados na modalidade home office.
  • Como controlar o desempenho dos funcionários.
  • Aprender a desenvolver a autonomia dos seus colaboradores.
  • As 5 principais estratégias para manter os seus colaboradores engajados no trabalho home office. 

 

 

Por que devo engajar meus colaboradores?

Por mais que a forma de trabalho agora se configure pela distância física, ainda assim se faz fundamental criar um ambiente que aproxime o dinamismo das reuniões como quando ocorriam de forma presencial, com condições de trabalho dignadas e propícias para o melhor desempenho dos funcionários.

Conseguir manter essa dinâmica de dedicação e engajamento dos funcionários, será o ponto chave para que você possa aumentar a produtividade comum da sua empresa, de forma adaptada à pandemia em que vivemos.

 

 

Veja quais são os principais desafios e estratégias da modalidade de trabalho home office agora:

 

Identificando os principais desafios do home office

Atualmente, por mais que os estudos sobre os impactos da pandemia na sociedade como um todo ainda sejam escassos e estejam sendo produzidos, pode-se dizer que alguns dos principais desafios encontrados para o engajamento das equipes condizem à: dificuldade de adaptação dos colaboradores às novas formas de comunicação, o uso das tecnologias da informação digitais, o uso das ferramentas para integração dos projetos e o alinhamento da cultura organizacional em geral.

Além disso, identifica-se também o ambiente familiar como um dos pontos desafiantes para que o trabalho home office ocorra com sucesso. Principalmente quanto aos colaboradores que apresentam dificuldades para conciliar as demandas familiares, a falta de organização do tempo e do seu espaço, com as responsabilidades do seu trabalho e da produtividade ao mesmo tempo.

Compreender tamanha inovação, tanto quanto os contextos reais enfrentados diariamente por seus trabalhadores, é fundamental para que se mantenha o mesmo nível de rendimento da sua equipe, como ocorria antes da pandemia. E, saiba de antemão, que essa missão é destinada principalmente aos profissionais que ocupam os cargos de liderança.


O controle de desempenho dos funcionários

Diante das inovações desta forma de trabalho, é comum nos depararmos com uma das principais dificuldades queixadas pelos gestores e líderes das organizações: a falta de controle e visibilidade constante das atividades desempenhas por seus colaboradores.

Com o empecilho da aproximação física dos seus funcionários, é importante que os gestores reflitam hoje sobre como alcançar um clima organizacional que esteja focado no ganho de produtividade. Porém, além desse objetivo norteador, é mais do que fundamental que os mesmos estejam preparados para que a comunicação assíncrona com seus funcionários home office esteja em pauta.

Como sabemos, a imediatez do dialogo nos meios digitais é um privilégio da nossa era na humanidade, entretanto, ela pode ter um duplo viés caso não soubermos lidar com ela e assim, fazer o uso indevido desse instrumento.

Ao mandar uma mensagem para um funcionário, por exemplo, os líderes e gestores geralmente querem ser respondidos de maneira imediata. Entretanto, tal posicionamento acaba refletindo uma necessidade de controle sobre o que é produzido por seus funcionários, fato que aponta a importância de se questionar sobre a real pertinência em manter essa atitude na modalidade home office tal qual os trabalhos se configuram hoje.

 

Desenvolvendo colaboradores autônomos

A autonomia das equipes na modalidade home office é algo que causa uma certa quebra dos padrões tradicionais de trabalho, e com ela, surgem novos desafios. Nesse contexto, é necessário que sejam criados meios para que os seus colaboradores estejam integrados e alinhados a missão e a cultura da sua empresa.

Cabe também aos gestores que tenham o entendimento de que cada sujeito está experienciando o home office com realidades diferentes. Assim, propõe-se que seja ofertado aos trabalhadores opções para que os mesmos se sintam acolhidos em conseguir adaptar a sua rotina pessoal ao novo ambiente de trabalho, com metas bem alinhadas e definidas, e consequentemente, serem produtivos sem a pressão do controle e da imediatez.

 

Ademais falaremos sobre como você poderá contar com algumas estratégias para tirar de letra os desafios criados na modalidade home office, continue acompanhando!

 

 

As 5 principais estratégias para manter sua equipe engajada

Uma coisa que você deve saber, é que o engajamento das equipes que aderiram a modalidade home office não ocorrerá de forma natural. E como já colocamos, essa movimentação deverá partir dos líderes das equipes, de forma que definam e estabeleçam os meios e regras em que o fluxo de trabalho seguirá.

Veja agora como você pode fazer isso:

 

1. Mantenha os funcionários cientes e seguros.  

Ter uma comunicação aberta e transparente com os colaboradores sobre como a empresa está adaptando-se ao novo cenário mundial é mais do que essencial. As mudanças na rotina são inevitáveis, porém elas precisam ser analisadas de forma a ver o lado positivo e os pontos a se melhorar.

Quando o contexto vivenciado pela empresa se configura por dificuldades financeiras, como é o caso da pandemia em que vivemos, ou alguma notícia difícil, o ideal é que elas sejam informadas. Tenha em mente que cedo ou tarde todos saberão e alguém será cobrado no futuro sobre a falta de informação.

As pessoas objetivam trabalhar em ambientes que lhes apontem um futuro estável, e caso o futuro da sua empresa esteja incerto demais, isso será prejudicial para a produtividade da sua empresa.

 

2. Promova uma comunicação eficiente e constante com seus colaboradores.

Na gestão de equipes, a missão do líder é estar disponível para tirar dúvidas e dar feedback. As reuniões de alinhamento via videoconferência são ferramentas ideais para manter seu time engajado. Lembre-se de delimitar os objetivos e expectativas sobre a produtividade garantindo que o colaborador tenha um foco a seguir.
Uma das principais dificuldades encontradas pelas empresas é justamente manter um canal de comunicação eficiente entre os dois polos da empresa: gestores e colaboradores.

Nesta proposta, para que haja uma produtividade conforme o esperado, isso deve ser comunicado de forma eficiente e transparente aos seus funcionários. Possibilitando sempre que os mesmos tenham o acesso fácil aos seus gestores para a resolução de dúvidas e problemas que podem encontrar durante o exercício dos seus cargos.
Quando falamos sobre comunicação eficiente, busca-se o significado da clareza, transparência e objetividade.

“Para a empresa funcionar, você tem de fazer a comunicação da melhor forma possível. E isso exigirá planejamento e regras claras. Dá trabalho, é chato, mas é chave no trabalho remoto”, observa Rafael Damasceno, que optou por adotar o teletrabalho desde a fundação de sua empresa. (Digilangia, 2020).

 

3. Dê feedback e alinhe os objetivos da sua empresa.

Reserve um tempo em sua agenda para falar individualmente com os colaboradores e acompanhar o desenvolvimento de cada um. Num momento onde as relações estão cada vez mais distantes, o melhor é falar de pontos específicos a melhorar diretamente com o colaborar e não em uma reunião geral.

Tome cuidado com os constrangimentos em público desnecessários! Entenda que o que você quer é um profissional que desenvolva o seu trabalho da melhor forma e cresça profissionalmente, e não alguém constrangido e oprimido por seu gestor, com medo de se expressar e de se autodesenvolver.

Estabeleça os checkpoints diários, possibilitando sempre aos seus colaboradores um espaço do seu dia para ouvi-los e avaliar as demandas do seu cotidiano organizacional. Tente fazer isso através das reuniões de vídeo chamada, de modo a criar um vinculo maior com os seus funcionários e eles sentirem-se acolhidos e pertencentes à você e a sua empresa.

 

4. Seja empático na relação com os seus funcionários.

Lembre-se que neste momento estão todos no mesmo barco e é importante reconhecer o lado individual e humano de cada um.

Por exemplo, com o fechamento das escolas muitos estão com os filhos em casa, o que pode gerar pequenas distrações durante o dia. Principalmente no contexto da pandemia em que temos a obrigatoriedade do isolamento social, muitos ainda não conseguiram se preparar para lidar com essa forma de trabalho e realizar suas atividades. Tais fatores podem afetar o desempenho e o foco dos seus colaboradores.

Compreenda essa nova dinâmica, suas justificativas e alinhe a produtividade com essa base. Desenvolver a empatia e compreender a concretude da realidade dos seus funcionários impactará muito na forma com que você lida com o home office, proporcionando uma total diferença na hora de engajar os seus colaboradores.

 

5. Forneça uma estrutura adequada de trabalho e Adapte-se! 

Para que o colaborador atue via home office, é imprescindível que o mesmo tenha à sua disposição um ambiente virtual propicio para acessar os arquivos,  dados da empresa e backoffice.

Além disso, são essenciais também o acesso à instalação dos programas necessários, aos instrumentos de trabalho eficientes como computador e celular, assim como a definição dos meios e principais aplicativos que serão compartilhados os trabalhos produzidos pelos funcionários.

Sobre os principais meios mais utilizados para a comunicação via modalidade home office hoje, você pode contar com aplicativos e sites como o Trello, a Microsoft Teams, o Google Meets, o Discord, entre outros.

Por fim, saiba que todos os desafios trazem consigo uma oportunidade. Tire sempre aprendizados das conversas com a equipe, analise as possibilidades, problemas e as soluções que seus colaboradores sugerem para cada situação adversa.

E ao seguir essas regras, basta aguardar, que sem dúvidas o desenvolvimento rumo ao sucesso empresarial será de todos.

 

 

Depois conta pra gente se essas dicas serviram pra você. Tente aplicar elas no seu cotidiano e tire suas próprias conclusões quanto aos resultados!

Você tem mais dicas sobre a motivação da equipe, o que tem dado certo para você?

Aproveite e conheça nosso Blog, tem conteúdo novo toda a semana para você!
Aprenda sobre a importância de contratar um estagiário, e como você pode se beneficiar com a economia dos nossos planos de seguro estágio. Acesse aqui e saiba mais.

 

Equipe Como Contratar um Estagiário

 

 

 

Fontes:

Digilandia (2020). Como promover o engajamento de colaboradores no home office. 

Engage (2020). Engajar colaboradores: Confira essas 10 dicas de como engajar seus colaboradores online. 

Engage (2019). Como engajar colaboradores: 12 maneiras de fazer isso .

Escola Conquer (2020). Como engajar colaboradores através da empatia e da confiança? 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *